Como as Baratas se Reproduzem

Como as Baratas se Reproduzem

Como as Baratas se Reproduzem – Baratas se reproduzem da seguinte forma. Machos e fêmea se encontram, geralmente dentro de frestas ou ambientes protegidos, atraídos por odores que somente elas percebem que são chamadas de feromônios.

Os Machos percebem feromônio exalado pela fêmea através de sensores presentes em suas antenas. O macho deposita na fêmea o esperma e ela vai então produzindo as bolsas de ovos, localizada na parte traseira da barata, chamada também de ooteca.

Algumas espécies de baratas, como a barata francesinha, carregam a bolsa de ovos até a hora do nascimento das crias. Outras simplesmente “colam” com salivas suas bolsas de ovos em superfícies protegidas e próximo de fontes de alimento como a barata de esgotos, por exemplo.

Por isso é comum vermos e observamos infestações de baratas de todos os tamanhos, isto é, de todas as idades. As baratas precisam de ninfas, durante um templo para depois chegarem à fase adulta. Uma barata pode viver entre 100 e 900 dias dependo da espécie, pode parecer estranho, mas esta informação já comprovada em vários artigos científicos de especialistas renomados nacional e internacional.

Cada fêmea pode produzir entre 4 e 90 bolsas de ovos durante toda a vida e cada bolsa de ovos pode chegar a conter 48 crias. Vamos fazer as contas: no mínimo uma barata durante toda a sua vida pode dar cria a 19.200 baratas e no máximo 3.888.000 baratas, surpreendente né, para não dizer assustador.

Uma das baratas mais comumente encontradas em lares e estabelecimento no Brasil é a chamada barata francesinha, barata paulistinha ou barata alemãzinha. Essa Barata tem uma capacidade de reprodução incrível.

Pode produzir até mais de 48 filhotes em cada bolsa de ovos e ela produz cerca de 8 bolsas de ovos por toda a vida, o que significa uma descendência direta de aproximadamente 384 baratas de somente uma fêmea em apenas 6 meses, sem contar os descendentes resultantes do cruzamento entre crias.

Quais São as Condições Ideais para a Vida e Sobrevivência das Baratas?

Baratas necessitam de muita matéria orgânica que pode ser os alimentos armazenados ou o próprio lixo e de temperaturas elevadas entre 25° e 33° C, temperatura facilmente encontrada em cozinhas ou em ambientes fechados.

A temperatura da cozinha sempre é maior do que dos outros cômodos da casa e não é por outro motivo que é lá que as pessoas gostam de se reunir, e com as baratas não é diferente. A umidade relativa deve estar acima de 50% – na cozinha, os ralos, nos banheiros, a umidade relativa é sempre mais elevada.

Baratas precisam de abrigo. As baratas têm o comportamento de tigmotaxia, ou seja, elas precisam sentir superfícies ao redor do seu corpo para se sentirem seguras. É por essa razão que elas procuram as frestas que podem estar presentes em qualquer ponto da casa, mas na cozinha é mais importante pois se houver frestas elas ficam mais próximas do alimento, e baratas, especialmente a barata francesinha, não gostam de andar muito para procurar alimento, são um pouco preguiçosas em relação a esta situação.

As espécies de baratas menores como a barata francesinha preferem frestas escuras e achatadas e a partir de 1mm, as maiores se alojam em cavidades maiores, galerias subterrâneas, galerias de cabos, forros e pisos falsos. Dão preferência a locais com pouca higiene, água, e muito acúmulo de matéria orgânica. Ambientes úmidos, quentes e aquecidos.


Dedetizadora Porto Alegre

Dedetizadora Porto Alegre

Dedetizadora Porto Alegre

Dedetizadora Porto Alegre